sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Uma mãe notável

Ao ler esse livro fui deparada com muitas narrativas de pessoas muito  importantes na reforma da igreja, famílias realmente direcionadas na palavra de Deus e em todo ensinamento para com seus filhos. Estamos narrando algo de muito tempo atrás, mas que sem dúvida nenhuma é bom estar aprendendo o que a família teve de importância na vida desses heróis. Aqui um parêntese na vida de João Wesley, na importância de sua mãe, uma mãe notável:  João Wesley ( tocha tirada do fogo)





João era o décimo-quinto filho dos dezenove filhos de Samuel e Susana Wesley. O que vamos transcrever, escrito pela mãe de João, mostra como ela era fiel em "ordenar a seus filhos e a sua casa depois" dela (Gênesis 18.19): "Para formar a mente da criança, a primeira coisa é vencer-lhe a vontade. A obra de instruir o intelecto leva tempo e deve ser gradual, conforme a capacidade da criança. Mas o sub¬jugar-lhe a vontade deve ser feito de uma vez, e quanto mais cedo tanto melhor... Depois, pode-se governar a criança pela razão e piedade dos pais, até chegar o tempo de a criança poder, também exercer o raciocínio."

Acerca de Samuel e Susana Wesley e seus filhos, o cé¬lebre comentador da Bíblia, Adão Clark, escreveu: "nunca li nem ouvi falar duma família; não conheço e nem existe outra, desde os dias de Abraão e Sara, de José e Maria de Nazaré, à qual a raça humana deve tanto."

Susana Wesley acreditava que "aquele que poupa a va¬ra, aborrece a seu filho" (Provérbios 13.24), e não consentia que seus filhos chorassem em voz alta. Assim, apesar de a casa estar repleta de crianças, nunca havia tempos tristonhos nem balbúrdia no lar do pastor. Um filho jamais ganhou coisa alguma chorando, na casa de Susana Wesley.

Susana marcava o quinto aniversário de cada filho como o dia em que deviam aprender o alfabeto; e todos, a não ser dois, cumpriram a tarefa no tempo marcado. No dia seguinte, a criança que completava cinco anos e apren¬dia o alfabeto, começava o estudo da leitura, iniciando-o com o primeiro versículo da Bíblia.

"Os meninos no lar de Samuel Wesley aprenderam o valor que há em observar fielmente os cultos. Não há em outras histórias fatos tão profundos e atraentes como o que consta acerca dos filhos de Samuel e Susana Wesley, pois antes de saberem ajoelhar-se ou falar, eram instruídos a dar graças pelo alimento, por meio de acenos apropriados. Logo que aprendiam a falar, repetiam a Oração Dominical de manhã e à noite; e eram ensinados, também, a acres¬centar outros pedidos, conforme o seu desejo... Ao chega¬rem à idade própria, um dia da semana era designado a cada filho, para conversar sobre as 'dúvidas e dificulda¬des'.


É comovente ler o que João Wesley, vinte anos depois de sair da casa pa¬terna disse à sua mãe: "Em muitas coisas a senhora tem intercedido por mim e tem prevalecido. Quem sabe se ago¬ra também, na intercessão para que eu renuncie inteira¬mente o mundo, terá bom êxito?... Sem dúvida será tão eficaz para corrigir o meu coração, como era então para formar o meu caráter."
Heróis da Fé ( de Orlando Boyer)

Um comentário:

Perfume de Cristo disse...

Graça e paz
Querida irmã,que bela reflexão,e tão necessária em nossoss dias.Mais uma vez parabéns pelo blog...é sempre edificante visitar esses espaço,que você cuida com tanto zelo e carinho.Que Deus continue a lhe abençoar juntamente com sua família.
Em Cristo
Cláudia Mariz
http://saronperfume.blogspot.com